Friday, June 01, 2007

Histórias de crianças

Era uma criança
e tinha um namorado
sentavam-se na carteira
lado a lado
chegava a primavera
muito enfeitada
e corriam de mão dada
pelas largas searas
e sorviam as sementes
verdes já gradas
dos trigueirais;
em dias de calor,
estudavam juntos
perto da água fresca
do tanque debaixo
do caramanchão em flor.
Rodou a volta da vida
que não quis saber
de nada
e, de repente, as fugas
entre o trigo crescente
quedaram somente
na memória...
tão bem guardadas
que, nesses cruzamentos
impossíveis do tempo,
tardios e inesperados,
encontraram nas palavras,
apesar da distância,
a teia delicada
intacta de outrora;
e atraía a má inveja
e doentios ciúmes
a cumplicidade
a amizade
e a doçura
que a aventura
da infância,
num só olhar ,
lhes trazia
e os envolvia
sem nada perguntar...
até um dia...
que a vida de novo
os separou
como sempre
sem data nem pré-aviso.
Mas ainda hoje resta
como uma festa
o trigo a crescer
em campos sem fim,
um tanque de água fresca
e um caramanchão em flor...

4 comments:

mixtu said...

poesia...
amores de criança no campo...
por pensar em paixonetas de crianças, pela mafalda, pela ana, a nela, a maria, a cris... vou beber um copo... yayaya
fui... yayaya
(já está alinhavada)

J.G.Sineiro said...

Muito bonito, gostei mesmo...

um abraço.

zef said...

Gosto, Renda.
Um abraço. Bom domingo

Meg said...

O despertar das emoções... emoções para a vida.
Quem se esquece?
Um abraço