Tuesday, May 15, 2007

Mensagem (des)propositada para a Cidade Condal em dia especial


Trazes no sangue
o sangue de guerreiros,
de nobres e plebeus,
caseiros e senhores,
comerciantes, marinheiros
transmontanos,
galegos e beirões,

trazes no sangue
o sangue das vinhas
dos socalcos e do rio,
o trabalho e o amor
a saudade e a dor,
o cheiro da terra e do mar,
o brilho das constelações
do sol o calor…

a calma natureza
a alma lutadora
o coração sereno
a força persistente
a coragem, o humor
a amizade duradoura:

é essa a tua beleza!

Parabéns, Princesa!…

14 comments:

Osc@r Luiz said...

Renda, minha amiga...
Vou poupar-te de manifestar incessantemente a minha admiração por você e pelo que escreve.
Vou apenas agradecer o seu carinho e a sua resignação em me visitar constantemente e ainda comentar as coisas que faço.
Não vou nem falar da sua paciência em se colocar no meu mapa.
MUITO OBRIGADO!
Um grande beijo!

mixtu said...

parabéns...

abraço monárquico :)

Papoila said...

Parabéns à pincesa que deu voz a este lindo poema que canta a voz do sangue.
Lindo!
Beijo

bell said...

O que não vale ter uma princesa assim!


(Até parece mal falar disto num post tão bonito, mas já viste o calendário das reuniões dos classificadores das Provas de Aferição? Dias 24 ou 25 de Maio e 4 ou 5 de Junho. Site do Gave.)

greentea said...

e que linda princesa

Meg said...

As nossas Princesas, os nosssos Príncipes, Renda.
Quanto o amor, quanta a dor!
São a luz que nos ilumina.
Parabéns
Um beijo

bell said...

Não mates o mensageiro (mensageira, neste caso), mas já sabes que as pautas das P.A. têm de estar afixadas até 21 de Junho? (Eu soube hoje.) Portanto, vamos ter 3 semanitas para classificar as ditas cujas e em simultâneo preparar e dar aulas, elaborar e corrigir testes, fazer a avaliação dos nossos alunos, preparar actividades de final de ano,...
Não percebo porque aparecem duas datas, mas há uma notazinha que diz que os classificadores vão apenas a uma dessas duas reuniões. Ou melhor, vão a uma reunião em Maio e outra em Junho.

zef said...

Para a mãe Renda e filha Rendinha (aceitai este tratamento...)parabéns.

rendadebilros said...

Renda e Rendinha agradecem a todos a visita e as palavras simpáticas...

Meg said...

Depois da tua última visita, o texto "implodiu"...
Tive de substituir, não me apeteceu repetir tudo...
Desculpas?
Um abraço

Porca da Vila said...

A minha está longe também... e dói cá dentro...

Um Xi para a tua Princesa

KA said...

Renda,

Parabéns pelo rebento!
É sempre bom vêlos crescer não é?

Beijinho

Osc@r Luiz said...

Ah, Renda, que tenho sempre um prazer enorme em receber, tem diferenças sim veja: Aqui "dá água na boca" e aí: "faz crescer água na boca".
A "água na boca" é a mesma, seja num lindo e carregado pé de cerejas, ou numa bela sessão de troca mútua de carinhos, mas quanto ao verbo, quanta diferença...
Obrigado mais uma vez pela sua vista agradável, poética e contrutiva.
Um grande beijo!

soledade said...

A Princesa, a rendinha, é igual à mãe, só não tem laçarotes, mas o sorriso, o ar de gaiata sonhadora e alegre são iguais. E no sangue, diz a mãe, traz uma herança de coragem, serenidade, humor, "o brilho das constelações/do sol o calor".
Um grande beijo para ambas. E toda a alegria do mundo para a Princesa!