Friday, October 05, 2007

pensamentos em passeio




.........................................................................................
ténis velhos nos pés
mp3 nos ouvidos
capa da chuva - a manhã dançou radiosa de sol, mas a tarde preferiu o cinzento das nuvens
chaves no bolso direito
máquina fotográfica do outro lado
óculos de sol - não há sol, mas andam sempre poeiras no ar, diz o oftalmologista, protegem os olhos e os meus com carácter de urgência
marca a música o ritmo do caminho
a ponte pedonal - obra iniciada no natal de dois mil e seis parece pronta-
não foi ainda inaugurada
atravessemos a estrada
automóveis para cá e para lá
pessoas quase não há
segue a música cat-cha... pum...
ca...tch...pum a compasso
o parque infantil - o maior da Península Ibérica!-
vem dos primórdios do Pólis
pomposas palavras
equipado a preceito
cada equipamento que deixa os olhos abertos de espanto
mas não há crianças nos baloiços modernos nem no canto
do mini-anfiteatro nem em lado nenhum
os passeios aprimorados
os espaços ajardinados
mas ainda não inaugurados
e a música ... "no vento do norte...
... fogo de outra sorte...
... sigo para o Sul...
sete mares.... "
corre a meio a ribeira do Rio Diz que tresanda de maus cheiros
uma dificuldade
sem resolução à vista
alcandorada no alto
a cidade ...
uma bandeira
hasteada
ondula pregada
no céu!

5 comments:

TINTA PERMANENTE said...

Áh!, Re(s)pública!...
Que belo discurso, aqui. Olha-te ao espelho, olha!...
(e só faltam três anos para o centenário!...)
Abraço

ps.s. - obrigado pelas visitas aos meus dois lugares; e, claro, pelos exagerados elogios!...

Meg said...

Que maravilha, Renda!
Como eu gostava de alinhar nesse passeio. O equipamento é igual, à excepção da máquina fotográfica.
E a tua maneira de olhar... faz-me inveja (da boa!)
Gosto de te sentir assim bem disposta.
Beijinhos

Barão Van Blogh said...

Um excelente sentido de observação .

Parabéns .

Bom fim de semana .

Carminda Pinho said...

Uma óptima ideia de comemorar a República :).
E depois... andar faz bem à alma e ao coração.
A maneira como descreves os teus "pensamentos em passeio" é, como já nos habituaste, uma ternura.
Beijinhos amiga.

Papoila said...

Querida Renda!
VIVA A REPÚBLICA! (querem mata-la mas são estes olhares que a mantém viva!)
Beijos