Tuesday, October 23, 2007

Intrigas

Intrigas lidas nas entrelinhas de palavras em dia susceptível. Ligadas a outras palavras a propósito de assuntos outros, juntas numa amálgama de preconcebidas confusões. Como se escutassem atrás das portas palavras soltas esfarrapadas. E , centro do universo, se achassem aludidos em cada qualquer palavra em outras sequências... como se não houvesse meio de esclarecer palavra por palavra, procura-se antes o confronto à revelia. Com amigos destes, quem precisa de inimigos?

4 comments:

Andreia do Flautim said...

Podes crer!
Detesto intrigas!

Sophiamar said...

Dá tempo ao tempo. Tudo ficará mais claro a cada dia que passa.
Eu estou aqui. Não dispenso os teus posts embora comentasse raramente.

Beijinhos

rendadebilros said...

Andreia e Sophiamar
Quem mal não faz, mal não pensa...
Apareçam sempre.
Beijos.

Carminda Pinho said...

Renda,
não me vou alongar muito, pois como começei a ler de baixo para cima, já deixei um comentário aludindo a este assunto e não me apetece falar de gente má, intriguista, que quer ganhar estrelas à custa daqueles que de boa fé comentam e, depois comentando os comentários, é mal educado, arrogante, prepotente e tem o "sacristão" sempre a acompanhar.
Fico-me por aqui, pois já estou a dar demasiada importância a quem não merece um pingo dela.
Afinal temos um 1º ministro que tem pelo menos 2 destes predicados. Deve estar a fazer escola.
Bjokas