Saturday, November 24, 2007

Frio


Pela manhã, o vento empurrou o sol para dentro de casa.

À tarde, fechei a porta e saí. As ruas frias de gelar as pedras.

O passo rápido. Aragem agressiva de cortar a respiração,
quando subi a Rua do Encontro, em direcção
à Torre enquadrada por nuvens medonhas e tristes!

Vai anoitecer não tarda. Antes da escuridão,
a leveza das cores pinta o crepúsculo
e deixa um rasto de doce meditação...

3 comments:

Andreia do Flautim said...

Aqui também está frio lá fora!

Carminda Pinho said...

"doce meditação", gostei!
O frio aí deve ser terrível amiga.
Por aqui ainda não faz tanto assim.
Beijinhos

bell said...

Bonitas as palavras e a imagem. Perfeitas. Até deu para sentir a aragem cortante.

Bom domingo!