Thursday, November 01, 2007

1 de novembro

...
correm a par
um par de crianças
...
um casal de origem
indiana e um filho
parados em frente
à loja dos telemóveis
fechada
...
o polícia caminha
na rua fazendo
o seu giro
...
três homens
entendem-se
num linguajar
estrangeiro
...
a calma da tarde
tão calma
deixa perceber
o barulhar
da "sardanisca"
a correr
entre as folhas
secas dos arbustos
rasteiros
...
apaziguar
as almas
que partiram
e os espíritos
que ficaram
com flores
orações
e rituais
...
e acima
das sombras
das esquinas
dos telhados
das igrejas
dos campos
das árvores
dos casais
o sol!

7 comments:

bell said...

Mais outro belo retrato de uma tarde calma.

Anonymous said...

é aproveitar este bom tempo, que passado o verão de S. Martinho, provavelmente vem o mau tempo!
Tive sorte, a escola faz ponte :)

Beijinho!

Catarina de Bragança

Anonymous said...

belos textos:)

posso pedir um pequeno favor?

é possivel fazeres um postzinho a divulgar o lançamento do meu livro na fnac do algarve?

thanks!

ta td aqui:

www.tiagonene.pt.vu

usa a imagem e o link da pagina;)

e claro, se quiseres, .. um poema:)

abraço

zef said...

Acho lindo este movimento de objectiva fotográfica: percorrendo um espaço de quase modorra, foca o sol "acima" de tudo o resto: é a promessa doutras vivacidades.
Um abraço(e bom fim de semana?)

Carminda Pinho said...

Renda,
continuas a tua observação das gentes, da natueza...da vida.
Senti-te lá...pelo cheiro das tílias que me chegou...
A melancolia há-de passar e, a alegria há-de voltar.
Beijinhos

Andreia do Flautim said...

Já chegámos a novembro e já está mais fresquinho!

Carminda Pinho said...

Amiga,
...um dia "grita-se", "chora-se", "pragueja-se". No outro...
Amanhã é outro dia!
Percebi a subtileza da tua mensagem :)
Beijinhos