Friday, February 23, 2007

Dia quatro- diário de viagem, em traços largos




Sol ainda
Pequeno almoço como sempre, antes de nos abalançarmos por aquelas ruas fora, passando pelo Palau da Música Catalã, deambulando um pouco ao acaso por aqui e por ali para irmos almoçar na Cervejaria Catalã, onde os “montaditos” e as “tapas” saltam aos olhos, lindas e coloridas e nos põem apenas uma dificuldade – escolher. Para não ficarmos com muita pena, jantámos também lá, cansados ou já saudosos.
Pela tarde, bebemos um gole de água na Fonte de Canaletes ( diz uma lenda que, quem beber água desta fonte voltará, com certeza, a Barcelona) e sentámo-nos nos bancos a apreciar o vai e vem das pessoas num ciclo não-interrompido (em alguma hora do dia ou da noite haverá uma interrupção desta afluência de gente?) . Cirandámos por ali a ver umas montras, via Igreja de Santa Ana, Igreja del Pi ( a pequena praça desenvolveu-se à volta de um pinheiro) , Praça Real ( que não é a Praça do Rei) e abancámos frente a um chá e a um chocolate quente que os pés já se recusavam a andar mais…a deixar fluir as conversas sem tempo nem medida, até que, via telemóvel, quais autênticos catalães, marcámos encontro um pouco abaixo do bar Zurique, Praça da Catalunha… para jantar.

Separámo-nos no Passeio de Gràcia, uma, a quatro quadrículas dali, os outros, descendo até à Praça da Catalunha, a outras tantas quadrículas da Praça Urquinaona, a meia dúzia de passos do “Hostal”. Como, desta vez, nos recolhíamos mais cedo, não encontrámos, embrulhado num saco-cama, um indivíduo, a dormir, no cubículo da caixa automática.



O dia seguinte amanheceu com ar de regresso a casa…depois de um pequeno almoço com troca de recomendações…



Um dia destes, quando alguém marcar encontro em frente ao bar Zurique , na Praça da Catalunha, portem-se como verdadeiros catalães, habitantes de Barcelona.


Apareçam! Estarão à vossa espera……

2 comments:

jpg said...
This comment has been removed by the author.
jpg said...

Removi porque tinha um erro!

Aqui vai, então:

Verifico que usaste bem o tempo e os pés...
É sempre assim quando se quer conhecer muito em pouco tempo.

Ficaste, então, fã das tapas e dos montaditos. A qualquer hora se pode comer para retemperar energias e água...vamos às fontes, não como em Roma, onde tens "uma em cada esquina", mas em número suficiente para enchermos a garrafa em diferentes locais da cidade.

Obrigado por me teres, assim, levado na viagem.

Fins ara i salutacions a la teva princesa! Doncs que es quedi a gust em Barcelona i que sigui feliç
Del teu amic professor,
Jorge G