Sunday, June 29, 2008

Calor

A sombra abrasada pelo calor escorrendo das pedras ao sol


correu e colou-se às paredes de granito da Catedral...

5 comments:

Carminda Pinho said...

É tão bom chegar aqui, e sentir este calor...

A propósito de pedras e de catedral, ainda lá está o escultor?
:)

Beijos

Andreia do Flautim said...

Ai que ontem passei tanto calor!!

Papoila said...

Está tanto calor!
Gostei do que escorre das pedras!
Beijos

Andreia do Flautim said...

Mas eu acho que vem lá a chuva outra vez!

zef said...

Boa noite, Renda!
Vi esse calor na Guarda. Até procurei refúgio dentro da Catedral. Estava fresca, mas...o Bispo cantava mal e o coro desafinava!...É verdade e não é a primeira vez que me acontece!
Saí e percorri a cidade: era um deserto de gente e pelo calor. Até o jardim era secura. Mas estava lá uma mãe jovem a dar de mamar ao filho! valeu a pena, só por isso, deixar o senhor Bispo(que cante sozinho!)
Um abraço.