Saturday, March 01, 2008

Árvores





Árvores...

braços ancorados no céu

beijam o sol

no torpor da Primavera

uns nus despidos e secos

outros enfeitados de flores

rindo da surpresa...

7 comments:

Carminda Pinho said...

Renda,
poema simples e bonito, como só as coisas simples o conseguem ser...

Beijos

Kalinka said...

...Demorei, mas hoje cá estou, vim agradecer sua presença nos meus dias...É bom ter seu feedback.

LINDO POEMA.
SIMPLES E BELO.

Mar – sempre presente na minha Vida;
Não consigo estar junto dele, sem fotografar,
Captar imagens fabulosas
Céu, horizonte, vento, ar
Elementos indispensáveis para me sentir bem
Mais 2 imagens de minha autoria
Para juntar às lindas palavras de Paulo Leminsky

Bom Domingo.
Beijinho.

Ernesto Feliciano said...

Amiga Renda de Bilros,

Deixei-lhe em São Martinho do Porto um desafio que gostaria que continuasse.
Quadragésima.Com

Votos de uma boa semana.

Andreia do Flautim said...

Por acaso ficam bem bonitas, as árvores assim!=)

Sophiamar said...

Um poema muito bonito que me encaminhou para a minha serra onde o verde irrompe em força polvilhado de cor. São os malmequeres, as mimosas, as acácias, algumas amendoeiras...
braços nus por aqui há pouco. Creio que já nem as figueiras o estão.

A imagem é linda.

Beijinhossss

TINTA PERMANENTE said...

Floridas assim são sorrisos da Natureza, talvez!...


abraços!

Anonymous said...

ai cachopa, só tu para dizeres coisas tão lindas nestes dias de "estado de sítio", de "confusão" hihihi
beijos
tangerina