Monday, March 02, 2009

Vertigem


Fundi-me no espelho em vertigem a água corria sob a ponte entre as margens quietas não vivia vivalma nos cômoros as videiras erguiam-se às mãos dos podadores inclinados equilibrados nos socalcos xistosos o sol sulcava as encostas a água corria sob a ponte não passava ninguém sobre a ponte nem para a outra margem fundi-me no espelho em vertigem

2 comments:

Andreia do Flautim said...

Bonita imagem!

Papoila said...

Querida Renda:
Fantástica a tua foto! Fundi-me neste Douro que aqui descreves.
Beijos