Monday, March 09, 2009

Dança


na noite (des)iluminada de estrelas
e candeeiros baços
as sombras das árvores
dançam nas graníticas paredes
da casa em ruínas
e evocam fantasmas
nos corpos insones…

3 comments:

Andreia do Flautim said...

Bonita paisagem!

Papoila said...

Belíssimo poema!
A foto também uma maravilha e conheço essa casa...
Beijos

Anonymous said...

a solidão de uma casa dso Douro, aí,persistente e resistente num país de limos!