Tuesday, March 06, 2007

Manhã

Manhã
de andar
barata
tonta
patarata
escada
acima
abaixo...

a chuva
pronta
desce
a calçada
empedrada
de tristeza...

a manhã
arrastada
sem sentido
perdido
o tino
entre palavras
à toa
soa
sem tom
nem som
por entre
os dedos
escorregadios
de um tempo
sem volta...

a manhã
desliza
devagar...

1 comment:

jpg said...

...e o fim de tarde sem chegar!

Gostas bem de brincar com as palavras e os sons. Eu também, sou é muito preguiçoso!

Um abraço.