Saturday, August 23, 2008

Era o mar


Ao pôr-do-sol, ficávamos suspensos das cores do céu e do mar;
- nada nem ninguém entre nós e o céu ou o mar!-
mais tarde, só o mar percebia o imenso silêncio
desencadeado pela noite fora-dentro...
já as manhãs mansinhas entre neblinas transparentes
vinham fustigadas de ventos persistentes
até desaparecerem e os raios do sol bem quentes
incendiavam corpos e adormeciam princesas;
pelos areais sem fim, os minúsculos grãos de luzes acesas
deixam-nos sem fôlego de tão brilhantes e intensos;
magicamente, escapam-se por entre a areia espumas
brancas, leves e fofas e as ondas enredam-se umas
nas outras e desafiam-se em corridas e as águas
límpidas e frescas são pérolas a cantar a beleza;
fechamos os olhos no silêncio com mar em fundo e cheiro a maresia
e guardamos este verão em nós como um sonho ou fantasia...
....



Pelas praias belíssimas de Peralta, Val(e)mitão, Areia Branca, S. Bernardino, , Consolação
E agora ainda vamos dar mais uma voltinha ( lá para o nordeste); não tarda voltamos ao ritmo normal (?)...

5 comments:

o escriba said...

rendadebilros

Lindo, lindo o seu texto!!!

bjs
Esperança

gaivota said...

as nossas lindas praias desta costa oeste...
beijinhos

greentea said...

e não foste ao Baleal nem às Berlengas ????

Andreia do Flautim said...

Bonitas fotos!

tulipa said...

Então, continua de férias?

Votos de belos passeios.


O dia amanheceu bem mais bonito, o dia esteve bem mais ensolarado.
Oh! Querido netinho eu acredito,
Que és um anjo de Deus que foi me dado. Eu sinto-me por Deus abençoada,
O coração da Avó está contente.
Seus bracinhos num abraço comovente,
Seu sorriso é a pureza,
Sendo o teu aniversário,
Mas fui eu que te ganhei de presente!

Bom fim de semana.
Muitos beijinhos.