Monday, March 14, 2011

A primavera... talvez

cai uma chuvinha tonta
a primavera grita sob o céu ainda cinzento
a tristeza dói até à medula

caminho no chão enlameado
para onde fugiram os pássaros, que ninguém os ouve
voa de ramo em ramo um corvo
sobrevoam o lago umas andorinhas de penas negras
as gotas escorrem nos caules das árvores adormecidas

um sobressalto de primavera
numa volta do caminho

no vaso esquecido ao canto da varanda
desabrocha a medo um botão pequenino.

4 comments:

gaivota said...

a primavera aqui à porta... mas o frio e o mau tempo vai intervalando com ela!
anda tudo ao contrário!
beijinhos

Maria Alice said...

Lindo o poema que descreve a chegada da primavera assim meio que devagar. Parabéns ALEXANDRINA!
Beijocas.
Maria Alice.

zef said...

Renda, são lindas estas observações assim pequeninas, entre o olhar tranquilo e o sobressalto do botão à espera do tempo certo.
Um abraço

gaivota said...

apanhámos muito mau tempo... muito frio, muita neve, muito vento, muito nevoeiro!!! não dava para ski!!!
passámos aí ao lado, já regressámos! fica para a próxima
beijinhos