Thursday, June 04, 2009

Passeio

Saio
para um passeio
o caminho ladeado
de pássaros,
esperam por mim,
saltam do meio
dos arbustos e das flores,
levantam voo
até mais à frente
voltam atrás,
voltam à direita,
giram à esquerda,
sobem e descem
passam em tangente,
ziguezavoam,
equilibram-se
num ramo frágil,
baloiçam,
espreitam da árvore,
escondem-se em cantorias,
fogem, regressam,
descem em voo baixo,
serpenteiam,
tonteiam,
esperam...
e recomeçam
as traquinices,
passeio num caminho
ladeado de pássaros...

4 comments:

gaivota said...

por aqui... cada vez aparecem mais! vêm partilhar a comida dos meus coelhinhos e beber da água deles... o melro já anda mais confiante!
lindo poema
beijinhos

Carminda Pinho said...

Gostava de passear aí contigo, assim...ladeada de pássaros...
:)

Beijos

fernanda s.m. said...

Olá, Renda ! Li "algures" que já está aposentada ? Passou para o meu "bando" ?Esta é uma das maravilhas da nossa aposentadoria: observar à hora que nos apetece, os pássaros, as folhas, andar, passear, parar para ouvir e "ver" a vida. Também moro num andar, no meio de trânsito e barafunda citadina, mas tenho, a uns 60 passos, um parque "Pólis", o rio e suas margens preparadas para marchas e/ou passeios, de açude a açude. É só descer as escadas. E é um remédio muito bom...Hoje, sem calor nem sol excessivo, agradou-me o ar fresco que espevita. E agora, janela aberta para o silêncio da cidade ainda entorpecida, oiço o canto dos pássaros, ali ao lado. No meu "matebarco" deixei já alguns registos em fotos e textos:
http://matebarco.multiply.com/journal/item/30/30;

http://matebarco.multiply.com/photos/album/185/Caminhando_pelas_margens_do_rio.

Mas, por agora, ando mais voltada para (re)leituras.
Que goze esta "âge d'or" com toda a sabedoria que o tempo vivido nos trouxe.
Grande beijo.

Kaotica said...

Hoje esta ave de arribação vem aqui bater à porta para te dar um prémio tão merecido, passa lá para ir buscá-lo!

Um abraço