Monday, February 16, 2009

Sol

agora o sol
a pega silenciou o seu canto
anda aos pulos a esgaravatar
o corvo veio negro a crocitar
e empoleirou-se empertigado
num ramo alto com espanto
agora o sol
a cegonha ao lado do filho
no ninho da torre da igreja
nem sequer pestaneja
quieta erecta altiva a vigiar
o milhafre planando
agora o sol
fica tudo azul no céu com riscas
rectas e descuidadas de branco...

7 comments:

Andreia do Flautim said...

Está um dia muito agradável!

candida said...

lindo, quente!

é tão bom sentir o sol a envolver-nos!

gaivota said...

já está solinho!!!
que bom, para ajudar a enxugar as casas e as almas...
começará a primavera, a serra vai ficar mais linda
beijinhos

fadel32 said...

adorei o blog,virei mais vezes aqui,abracos

Carminda Pinho said...

Agora o sol, e que falta que nos fazia.

Mudanças aqui no visual da "vivenda"? Eheheh!

PS: Espero que estejas bem, amiga.
Beijinhos

Papoila said...

Querida Renda:
Que belos dias de Sol de tardes mornas têm estado e a passarada toda feliz esgravata ou canta...
Lindo poema de céu azul com riscas descuidadas de branco...
Beijos

bell said...

Enredei-te numa corrente, mais uma. Esta é muito gira, prometo, é quase um jogo de adivinhas.